segunda-feira, outubro 20, 2014

Ode a pequenez.

O mundo
transborda
em mim. Respiro

um amor
que dilata
com a retina.
Sou Deus.

Meu templo é
o tempo
e o espaço. Única
como qualquer
estrela. Sou todo
o universo quando
me sinto ínfima
diante de toda beleza.

Gigante toda vez que me vejo do tamanho de um grão de arroz.

quarta-feira, outubro 08, 2014

veludo underground

tem sempre uma festa bacana acontecendo numa casa bacana num bairro bacana dessa cidade bacana que é o Rio Zona Sul. Nessa festa bacana claro que o som é bacana, a luz é bacana, assim como as bebidas e drogas que são bacanas demais. E só tem gente bacana falando de coisa bacana, com um passado bacana composto por viagens bacanas, uma família bacana e que volta e meia planejam juntos um mochilão para minas gerais. E até suas angústias são bacanas e com certeza terão um futuro bacana e criarão filhos bacanas pois casarão com pessoas ainda mais bacanas dos que as quais se relacionaram em tempos atrás. E eles só usam roupas bacanas, só tiram fotos bacanas e tem legendas tão bacanas que bombam nas redes sociais.