quarta-feira, julho 15, 2009

Rebelde sem causa - aula de religião.

Eu odeio ter aula de religião. Estudo num colégio católico e todos são obrigados a ter aula, fazer trabalho e provas de religião por lá. Isso é um absurdo, revoltante para mim. Você pode até falar que eu deveria me preocupar com outras coisas como as minhas notas em matemática, o meu desempenho no boletim, o meu relacionamento com os coleguinhas, a minha atuação como jovem na sociedade e blábláblá. E eu me preocupo com isso tudo também, mas, essa situação gritante de “aprender” o catolicismo, me irrita.
Ah, já fiz catecismo, 2 anos que fizeram eu ser menos católica do que era antes. Nas aulas em que eu não dormia, eu discutia com a professora, que mesmo sendo uma adorável senhora que, mesmo com tudo, tinha um carinho por mim, ela jurava coisas que nem uma criancinha acredita.
Um dia quando ela estava falando de Jesus na cruz e aconteceram 2 coisas que me incomodaram muito. Ela para mostrar o que Cristo tinha sofrido foi “passear” com a turma pela igreja, contando a história de tortura e mostrando uns quadrinhos com os estágios da crucificação. Ver aqueles quadrinhos foi me dando um mal estar horrível! Eu me sentia pesada, angustiada, culpada e triste. Uma sensação muito ruim mesmo. Depois do massacre emocional, voltamos para sala. E começou o lenga-lenga de "seja bom como Jesus, faça o bem ao próximo como Jesus, cuide da natureza como Jesus, não veja novela das oito"... Eu que na época não me controlava em perguntas e tinha coragem de fazê-las em voz alta, perguntei se mesmo que eu fosse a pior pessoa do mundo, maltratasse os velhinhos e tudo, eu iria pro céu se pedisse perdão na hora da morte? Sabe o que ela respondeu? Sim, se você se arrepender, você vai pro céu. Ok, então, vou ser o maior sacana do mundo, no final vou me arrepender de tudo e serei eternamente feliz ao lado do Deusão. Gente boa, esse Deusão! Que hipocrisia! Então, quer dizer que se Hitler arrependeu-se de matar milhões de pessoas, ele vai aproveitar as mordomias do heaven como qualquer um? Desde daí, desse nojento episódio “cristão”, as minhas indagações aumentaram e eu decidi não ser católica. O meu azar foi que depois dessa decisão, fui para um colégio de freiras e quase fui expulsa de lá. Óbvio.
O fato de termos aula de alienação e sermos testados depois me deixaram injuriada, e escrevi um bilhete para uma amiga: “Se a gente tem que fazer prova daquilo que a gente não se interessa e que não entra na gente. Peça para as irmãs fazerem uma prova sobre sexo, então.” Lógico que com a sorte que eu tenho o bilhete foi parar nas mãos de um professor que ameaçou entregá-lo para a irmã. Eu, com jeitinho – repleto de falsidade – falei que não repetiria mais aquilo. E ele não fez nada. Amém, quer dizer, que bom. Então, deixo aqui a minha indignação: “Não nos obriguem a termos aula de religião”, ou então, destruirei todos os colégios católicos. Afinal, depois eu me arrependo mesmo...

4 comentários:

  1. Filha, tá ficando difícil não entrar todo dia e ver com o que você vai nos deliciar.
    Mais uma vez ADOREI !!!
    Assino em baixo, com muito orgulho, pois penso igual.
    Bjs da sua fã
    Claudia Giffoni

    ResponderExcluir
  2. ASHUASHAUSHSAUHSH
    MEU DEUSS!
    IMAGINO VOCÊ LÁ, PRESTES A EXPLODIR O COLÉGIO!
    DE FATO "FREIRAS" NAO É SUA ÁREA, MAS COM UM TOQUE HUMORÍSTICO SEMPRE DÁ PRA TIRAR PROVEITO, NÃO É?
    COMO SUA MÃE DISSE AÍ EM CIMA, REALMENTE, SUAS ESCRITAS NOS PROPÕEM UM PRATO SABOROSO DE HUMOR E SUAVIDADE!
    VOCÊ ESCREVE MUITO BEM; DIFERENTE DE UM BANDO DE ESCRITOR, QUE FALA FALA FALA, E NUNCA DIZ NADA, VC COM POUCAS PALAVRAS RESERVA UM CALOROSO ESPETÁCULO DE LINGUAGEM PRÁTICA!

    pode ter certeza que vou acompanhar seu diariozinho pessoal!
    acompanhe o meu tbb ! BEIJOS DO SEU FÃ 2
    Felipe

    ResponderExcluir
  3. Filha, tudo isso é um absurdo... Você devia se ajoelhar em grão de milho ou ter que rezar 10 pai nossos ou ficar trancada no quarto assistindo Caminho das Índias!
    Se não fosse a religião, talvez nem teríamos a tradição das fogueiras nas festas juninas... Pense nisso, filha, e larga mão de ficar indagando tudo, tá?
    Beijos do papai católico apostólico romano

    ResponderExcluir
  4. Desculpe, mas sou catequista e fiquei triste ao ler seu depoimento. Primeiro quero dizer que compreendo e aceto sua opiniçao, quem sou eu para julga-la. Mas fico triste por ver que infelizmente ainda ha muitos catequistas desatualizados, fazendo da palavra de Deus "histórias da carochinhas". Creio que vc não teve uma educação religiosa como deveria. E se vc e sua familia nao acredita no catecismo da |Igreja católica, então pq quis concluir a 1a. eucaristia? E aposto q mesmo assim continuas indo a uma Missa, mesmo q seja para um batismo, um casamento ou 7 dia de falecimento de alguem. Se vc nao acredita na doutrina, não gosta, pq frequenta? Ah, já sei. Pq todo mundo faz. q todo mundo se batiza, pq todo mundo tem q ter o album da primeira comunhão e pq todo mundo cas na Igreja... desculpa, mas ou sua catequista não te ensinou o que é realmente ser católico ou vc não deixou ser tocada em seu coração. Ah, outra coisa: ninguem te obriga a estudar em colégio católico. Então se vc estuda lá o minimo é obedecer as regras do colégio, respeitar pelo menos. E isso não é questão de religião, mas de educação. E avise seu pai que ele está errado tb. Agora entendo pq tanta confusão em sua cabeça.
    Espero q um dia vc encontre uma religião, e não precisa ser católica, que te mostre realmente o que Jesus quer de nós.
    Fique com Deus e que nossa senhora proteja todos vcs.
    Vc é uma pessoa muito importante para Deus e para seu semelhante. E tem o livre arbitrio de fazer suas escolhas. Sem precisar falar mal dos outros

    ResponderExcluir